Olá bibliófilos!

Imaginem o seguinte cenário: o ano é 2090 e os blogs literários continuam existindo (só que em um formato mais avançado, é claro), um habitante deste futuro navega pela internet (ou teria um outro nome agora?) a procura de dicas de leitura de ficção científica. O Google (que agora se projeta como um holograma e interage com você) apresenta uma lista de livros publicados no início do século XXI, os quais define como clássicos da ficção científica no passado.

Corta para o presente…

Sempre que falamos em literatura de ficção científica nos vem a mente grandes clássicos como Fahrenheit 451, Admirável Mundo Novo, Trilogia Fundação, Neuromancer, Uma Odisseia no Espaço, são apenas alguns exemplos de obras literárias que o gênero já ofereceu ao mundo.

Autores como Ray Bradbury, Isaac Asimov, George OrwelArthur C. Clarke, Aldous Huxley, só para citar alguns cujas obras são leituras essenciais para quem curte ou quer conhecer o gênero, tem o seu lugar de honra assegurado na literatura sci fi. No entanto, a ficção científica segue firme e forte, e uma nova geração de bons livros vêm sendo produzidos mundo afora, livros esses que poderão também ser considerados clássicos e referências da literatura de ficção científica no futuro.

Pensando nisso, pesquisei sobre o “estado da arte” da literatura científica contemporânea e me surpreendi com muita coisa boa! Trago agora uma lista com 10 livros contemporâneos que são ótimos candidatos a merecer um lugar naquela lista que o Google holográfico recomendou ao nosso leitor do futuro. Vamos conhecê-los?

Continue lendo

[RESENHA] Laranja Mecânica (Anthony Burgess)

“A bondade vem de dentro. A bondade é algo que se escolhe. Quando um homem não pode escolher, ele deixa de ser um homem.”

 

Mergulhar no universo de Laranja Mecânica é uma experiência única, pois vários sentimentos se misturam: choque, raiva, pena e compaixão vão se alternando ao longo da história. É sim uma história violenta, que choca em vários momentos, mas é também uma história sobre o conceito de humanidade, sobre até onde o ser humano é capaz de ir e qual o papel que a sociedade tem sobre seu comportamento.

 

Laranja Mecânica é uma das obras mais famosas, analisadas e comentadas de todos os tempos. É também atemporal, tal a contemporaneidade dos temas tratados. A sensação de que os fatos narrados estão muito próximos da nossa realidade é constante e incomoda.

Continue lendo

[RESENHA] Fahrenheit 451 (Ray Bradbury)

 

– Você nunca lê nenhum dos livros que queima?
– Não, isso é contra a lei!
– Aha, é claro. Mas é verdade que antigamente os bombeiros apagavam incêndios em lugar de começá-los?

 

Tente imaginar um mundo em que os livros sejam considerados uma ameaça ao sistema e portanto absolutamente proibidos. Para exterminá-los, basta chamar os bombeiros – profissionais que antes se dedicavam à extinção de incêndios, mas que agora são os responsáveis pela manutenção da ordem, queimando livros e impedindo que o conhecimento se dissemine entre a sociedade como uma praga. Esse é o universo distópico criado pelo escritor norte-americano Ray Bradbury (1920-2012) em uma das mais belas e conhecidas obras de ficção científica.

Continue lendo

Leia com a gente © 2018 - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por Juliana Fonseca Webdesign & Ilustrações por: Gustavo Vicentini