“Nós é que traçamos o próprio destino.”

 

Olá Bibliófilos!

 

Hoje quero falar de um livro que me chamou atenção desde que me deparei com uma foto dele em um post nas redes sociais. Falo de O Livro do Destino, o romance de estreia de Raphael Miguel, um novo autor que promete traçar um belo caminho no cenário da literatura nacional.

A trama nos conta a história do jovem Eric Dias, um rapaz de 17 anos que passa por um momento triste, pois seu avô – Regis Dias – acabou de morrer. Eric e Regis tinham uma relação especial, de companheirismo e amizade, por isso Eric sente muito a sua falta.

Regis era um homem simples e de poucas posses, mas após sua morte é aberto um testamento, no qual ele deixa um misterioso presente para o neto preferido: um livro com uma aparência muito antiga mas que contêm apenas páginas em branco.

“Existem mistérios que não podem ser revelados. Mistérios longe da limitada compreensão humana.”

O estranho presente dado pelo avô deixa o rapaz muito intrigado e torna-se motivo de chacota por parte de seu irmão mais velho – Ermes – com o qual Eric tem uma relação complicada e nada amistosa. Sem entender a finalidade do livro, Eric começa a carregá-lo sempre em sua mochila.

Certo dia, o rapaz recebe a visita de Gastão, um milionário primo de seu avô, que expressa o desejo de ter a posse do livro herdado por Eric. Desconfiado de que existe algum segredo sobre o tal livro, Eric fica espantado com as revelações que Gastão faz sobre acontecimentos do passado envolvendo o livro, pois segundo o parente o encadernado herdado por Eric é mágico e possibilita ao portador do livro alterar o destino das pessoas.

“A maioria dos seres humanos assimila que não possui as respostas para todas as coisas e passam a vida sem se preocupar demasiadamente com esses detalhes tão inquietantes. Outros, questionadores por excelência, irão perceber da forma mais difícil que existem questões sem respostas. Pontas soltas no universo.”

Créditos da foto: Leia com a gente

Diante dessa revelação, Eric passa a ter um grande dilema: se o que Gastão revelou realmente for verdade, o que fazer com um poder desses nas mãos? A partir daí Eric resolve testar o livro e descobre não só que ele realmente é mágico, mas que também possui uma espécie de guardião que acompanha o livro e seu portador, um ser misterioso chamado Nathaniel. A partir daí a vida de Eric vira de cabeça para baixo e ele passa a ter uma enorme responsabilidade nas mãos.

A trama criada por Raphael Miguel é daquelas que prendem o leitor, o ritmo dos acontecimentos não deixa lacunas e a escrita é envolvente. O autor nos apresenta uma história bem amarrada e com personagens cativantes. Uma das virtudes do livro é permitir que o leitor se imagine no lugar do protagonista. Durante a leitura você se pega pensando: o que eu faria se pudesse alterar o destino das pessoas ao meu redor? Como usaria tal poder? E que consequências isso teria?

O desenrolar da trama acontece no tempo certo, sem enrolações desnecessárias e o final é surpreendente, reflexivo e poético. Em nenhum momento da leitura adivinhei como a trama terminaria, e olha que sou boa em deduzir os finais das histórias que leio, por isso o fato de ter sido surpreendida é uma coisa que conta muitos pontos para mim!

“Havia um tempo em que eu acreditei que o bem sempre venceria o mal. Com o passar dos anos, esse conceito foi amortecendo e fui perdendo a fé na humanidade.”

Para completar, as explicações a respeito do poder do livro apresentadas na trama são calcadas em hipóteses presentes nos campos da Física como a Teoria do Multiverso, segundo a qual existem mundos paralelos e em cada um deles acontece algo diferente para a mesma situação, criando realidades paralelas. O que torna a leitura muito mais interessante e verossímil.

Por fim uma leitura que te faz refletir sobre a relação de causa e efeito, pois somos responsáveis por construir nosso próprio destino, conforme bem nos lembra Regis Dias. As páginas finais nos deixam uma bela mensagem de esperança.

O Livro do Destino é literatura fantástica da melhor qualidade. Recomendo a leitura e convido todos a prestar mais atenção aos novos talentos da literatura nacional, tem uma turma muito promissora surgindo!

Mas, e você? O que faria se pudesse alterar o destino?

Se você se interessou pela teoria dos universos paralelos, assista ao documentário da National Geographic logo abaixo a respeito da Teoria Multiverso, é bem bacana.


Até a próxima ! E continuem lendo com a gente !

Título: O Livro do Destino
Autor: Raphael Miguel
Editora: Chiado
Gênero: Fantasia
Adicione: Skoob