[DICAS] Coleção Funesto (Editora Estronho)

“Não haveria perdão. Não haveria clemência. Só sangue e fogo. (Pecado original, pg. 77)

Quando coloquei os olhos na “Coleção Funesto” da Editora Estronho, não havia a mínima possibilidade de não ler e ter esses livros na minha estante. Espaço que aliás, tem um coração grande e sempre cabe mais um… dois… três… Enfim, a questão é que não passei vontade, e praticamente os devorei quando chegaram.

A coleção recebeu o nome que a define perfeitamente. São contos sombrios que mexem com a imaginação e perturbam a mente do leitor.

Todos os textos foram escritos, e muito bem escritos, somente por mulheres. Assim como eu, fãs do lado sombrio na literatura, o que me deixou muito orgulhosa.

Fora esse ponto, a qualidade dos livros é excelente. Orelhas maiores que o padrão, papel pólen, citações…  detalhes que fazem diferença e deixa claro a consideração que a Estronho teve com o seu leitor.

Conheci a editora por acaso, “passeando” pela internet, e desde a primeira compra ganhou o meu respeito.

Se você faz parte desse público aficionado por terror e horror, vale a pena conhecer!!! 

Continue lendo

“Você é o criador do seu próprio mérito. Aconteça o que acontecer, você merece!”

 

Olá Bibliófilos,

 

Todos nós, em algum momento da vida, já ouvimos a expressão que diz que você só obterá vitórias na vida por mérito próprio. Batalhamos, estudamos, nos esforçamos com o objetivo de merecer nossas conquistas não é mesmo? Mas, e se o nosso mérito não dependesse apenas de nós mesmos, mas sofresse influências externas e até mesmo manipulações? Será que conseguiríamos o que desejamos mesmo assim? Ou a meritocracia é apenas uma ilusão?

Hoje quero compartilhar com vocês minhas impressões sobre uma série cuja estreia fez muito barulho na internet: 3% (3 por cento). As expectativas eram altas não só pelo fato de ser a primeira série original brasileira produzida pela Netflix mas também pelo fato de se tratar de uma distopia, ou seja, para os padrões nacionais seria como navegar em mares desconhecidos. O resultado?, confira o post completo e o melhor de tudo: sem spoilers, eu garanto!Continue lendo

[CONTO] Nome na lista (Michele Lebre)

 

“Na política não há amigos, apenas conspiradores que se unem.”
― Victor Lasky

 

 

– E na quarta-feira reuniremos a base aliada para selar esse acordo. Claro, claro, eu ligo para vossa excelência assim que tiver notícias. Um abraço. – põe o telefone no gancho.

 

– Deputado Antunes, preciso falar com o sr., é urgente!

 

– Mas o que é isso Jorge, ficou maluco, entrando assim sem se anunciar? E se eu estivesse tratando de algum assunto sigiloso!

 

– Deputado, perdoe-me, mas é muito urgente.Continue lendo

Olá Bibliófilos!

Quem aí nunca leu, postou, curtiu ou compartilhou alguma frase atribuída ao livro As Aventuras de Alice no País das Maravilhas? O clássico infantil escrito por  Lewis Carroll – que na verdade era um pseudônimo do inglês Charles Lutwidge Dodgson – foi publicado pela primeira vez em  1865 mas continua atemporal e conquistando mais leitores a cada nova geração.

O enorme sucesso das aventuras da garota chamada Alice, que cai numa toca de coelho e é transportada para um lugar fantástico povoado por criaturas peculiares deve-se não só a trama muito bem bolada, mas também aos seus diálogos inteligentes e frases filosóficas e que trazem ensinamento e reflexões mais profundas em suas entrelinhas. Não é a toa que a web está repleta de citações da obra nos mais variados contextos.

Pensando nisso separei algumas das minhas citações prediletas de Alice no País das Maravilhas. Leia, copie, compartilhe e espalhe à vontade por aí!

Continue lendo

“E foi assim que começou a famosa Lista Negra: como uma piada. Uma forma de descarregar a frustração. No entanto, ela acabou se transformando em algo que eu nem imaginava” (pag. 85)

 

Bullying, palavra tão presente nos dias de hoje. Ouvimos sobre o assunto na TV, lemos sobre isso nos jornais, ouvimos casos e relatos reais o tempo todo. A palavra está sempre associada a sofrimento e não raro a tragédias.

 

O bullying é um assunto indigesto, mas que precisa ser falado, discutido, tratado. E é isso que a autora Jennifer Brown faz nas páginas de seu livro A Lista Negra. Fala do bullying e de como sua prática pode destruir pessoas e vidas, inserindo um tema tão dramático e com carga psicológica tão forte em uma narrativa juvenil.Continue lendo

Leia com a gente © 2018 - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por Juliana Fonseca Webdesign & Ilustrações por: Gustavo Vicentini