Trabalhar em uma universidade do tamanho da Unicamp tem lá suas vantagens, como por exemplo passear nos corredores de uma livraria em pleno horário de almoço.

Eu e a Michele temos essa sorte, e costumamos fazer isso com frequência, já que uma das lojas da Editora da Unicamp fica localizada simplesmente no térreo do prédio em que trabalhamos. Bom demais né!!!

Na semana passada, em uma das nossas visitinhas, nos deparamos com livros que chamaram atenção pela familiaridade das capas. Algo naqueles livros lembravam os dias em que eu viamos os títulos da querida Cosac Naify expostas nas livrarias.

UBU foto 1

Créditos da foto: Leia com a gente

 

De imediato, pensei que ela havia sido reaberta, para conforto de nossos corações. Eu sei, soou dramático, mas realmente pensei isso, até ler o nome da editora,  “UBU“.

Achei estranho, porque nunca tinha ouvido falar de tal. Mas minutos depois, me veio a lembrança de ter visto uma entrevista com pessoas que trabalharam na Cosac falar sobre a abertura de uma nova editora.

Procurei mais informações na internet e na página oficial da UBU e “tchan… tchan… tchan!” Cá está essa nova editora.

 

UBU foto 2

Crédito da foto: Leia com a gente

 

A UBU é uma editora independente que esta no mercado desde 2016. Esta foi criada por Florência Ferrari e Elaine Ramos, pelas ex-diretoras da Cosac Naify, e Gisela Gasparian, ex-executiva de fundos de investimentos, que entrou como sócia para somar esforços.

A página da editora é simples, mas de bom gosto. Eficiente na disseminação de informações e fotos do acabamento externo, mas também interno dos livros.

O catálogo, é bem diversificado, e possui assuntos contemporâneo. Desde os livros mais simples até as edições especiais, são bonitas, e possuem uma gama de imagens. A qualidade e o conceito de luxo que existia na Cosac Naify, foram mantidos na UBU, para nossa grande alegria.

 

UBU foto 3

Créditos da foto: Leia com a gente

 

Confesso que fiquei muitíssimo feliz em descobrir a UBU, e vou torcer para que seu caminho seja bem-sucedido. Gosto da possibilidade de comprar títulos que sejam diferenciados do mercado no geral, e ainda ter uma coleção visualmente refinada.

Seria a UBU a nova sucessora para os fãs da antiga Cosac Naify???