Já se imaginou comprando um livro, ainda quente, por ter acabado de ser impresso?

Não?

Então, saiba que essa possibilidade já existe.

O mercado editorial não tem sido nada fácil nos últimos anos, e isso não é uma realidade somente brasileira. Em 2016, a Les Puf, editora fundada há mais de 100 anos como a primeira a publicar Ciências Humanas na França, possuía uma loja tradicional no centro de Paris, mas, quase fechou as portas devido à queda nas vendas dos livros, e os gastos altíssimos com locação de espaço, e todas as necessidades que uma livraria despende.

 

Espresso Book Machine

Crédito da foto: Desconhecido / Foto da Espresso Book Machine

A solução que ela encontrou em manter seus produtos à venda, mas sem migrar totalmente para o online, foi oferecer o serviço de impressão sob demanda.

O cliente escolhe o título desejado, disponível em um tablet, envia o PDF para a impressora “Espresso Book Machine, e esta faz todo o serviço de impressão e montagem do livro, finalizando até mesmo com capa. Em menos de cinco minutos o livro está em mãos pronto para ser lido.

Atualmente, a Les Puf ocupa um espaço menor que 80 m² e vende por volta de 40 livros por dia. Garantindo assim a oportunidade de se manter no ramo editorial de forma mais econômica, atendendo as vendas online, mas não desamparando os clientes fiéis aos livros em papel.

 

Crédito da foto: Desconhecido / Foto Impressão do livro

 

O lado bom dessa inovação, é que livros considerados raros ou com impressão esgotadas devido a inviabilidade de custo, podem ser obtidas sob demanda, e uma pessoa ou instituição adequar seu acervo. Por outro lado, saber que a cada dia mais temos menos livrarias disponíveis por dificuldades em se manterem vivas, é muito triste.