“… entende-se que a mostra de livros de artista transforma-se numa pequena biblioteca, na qual cada artista procura expressar por imagens, por textos, ou ambos, a linguagem visual através da matéria das texturas, cores e linhas, escrita ou imagens” (Luise Weiss)

 

Se tem uma coisa boa de trabalhar em uma biblioteca, é a possibilidade de participar de ótimos eventos.

 

Na última quarta-feira (14/11) tivemos o prazer de prestigiar o lançamento da “Coleção Livros de Artista: e obras de referência” expostas no térreo da Biblioteca Central da Unicamp.

 

A exposição doada à Diretoria de Coleções Especiais e Obras Raras em parceria com o Instituto de Artes (IA) da universidade, disponibiliza as obras com o intuito de que estudantes, pesquisadores, profissionais de artes visuais, possam pesquisar, produzir conhecimento e difundi-los.

 

Crédito da foto: Leia com a gente

 

O projeto conta com o apoio da Profa. Dra. Luise Weiss do Instituto de Artes, que atualmente desenvolve pesquisas dentro dessa temática, e da mestranda Fabiana Grassano, orientanda do Prof. Dr. Edson Puftzenreuter, também do IA, que deram continuidade num trabalho que se iniciou com outros profissionais, Profas. Dras. Lúcia Fonseca e Sylvia Furegatti.

 

“O projeto iniciou de repente” essa foi a fala de abertura realizada pela professora Luise, que após discorreu sobre a junção do material reunido a partir de doações recebidas de familiares e pessoas renomadas, e a partir das intervenções artísticas realizadas dentro e fora da universidade.

 

“O território dos livros de artista é amplo, flutuante, ora se aproxima do objeto, ocupa espaços, sofre metamorfoses; ora se aproxima da leitura, com textos e imagens, provocando novas leituras, novas aproximações. Por um lado, temos a tecnologia avançada, livros virtuais, holografias, internet; por outro lado, percebemos livros feitos com a matéria-prima bruta: pedras, argila, cimento, madeira, tecidos, etc. ” (Luise Weiss)

 

Crédito da foto: Leia com a gente

 

Livros de artistas, livros de gravuras em grandes e pequenos formatos, misturados ao acervo e outros materiais na gráfica, corriam o risco de serem perdidos por não estarem bem-comportados.  A preocupação em compartilhar o conhecimento existe naqueles materiais, se iniciou a busca por um espaço adequado que pudesse receber a coleção, chegando assim na Biblioteca Central da Unicamp, englobando o acervo da futura Biblioteca de Obras Raras – BORA.

 

Se você esta próximo da Unicamp, não perca a oportunidade e venha conhecer a exposição. Caso contrário, veja abaixo um pouco da mostra disponível.

 

 

Esperamos que tenham gostado e até a próxima!!!