Olá Bibliófilos!

Outubro chegou… e com ele o Halloween! Apesar de ser uma tradição mais comum nos países de língua anglo-saxônica (em especial nos EUA) a festa tem se popularizado cada vez mais por aqui também!

O Halloween ou Dia das Bruxas é comemorado no dia 31 de outubro, mas os festejos costumam ocorrer durante todo o mês. E para não deixar a data passar em branco nós decidimos fazer posts especiais recheados de conteúdos e indicações de leituras trevosas aqui no blog! E para começar quero dar algumas dicas de HQs de terror, que por sinal estão em alta no mercado editorial.

Tem coragem? Então leia esse post até o fim….

 

À MODA DA CASA

 

Editora: Estronho | Roteiro: Julio Wong e Ser Cabral | Arte: Kiko Garcia | Prefácio: Petter Baiestorf |Encontre: aqui

 

 

Apenas os incautos e destemidos se atreverão a ler esta epopeia em quadrinho e se aterrorizar com nosso perverso conto em que atores morrem de verdade para produzir filmes realmente realistas e onde famílias felizes jantam corpos de infelizes vítimas… Aqui dentro só tem carne de primeira para deliciar seus sádicos gostos canibais!

 

 

A MÚSICA DO QUARTO AO LADO

 

 

Editora: Estronho | Roteiro: Cesar Alcázar | Arte: Eduardo Monteiro | Encontre: aqui

 

Dividindo sua existência entre casas noturnas e um hotel barato, um jovem músico tenta sobreviver na cidade sombria. Porém, os monstros que atormentaram seu passado não o deixarão em paz. A Música do Quarto ao Lado é uma Graphic Novel baseada em um conto homônimo publicado no livro Bazar Pulp.

 

 

 

O DESPERTAR DE CTHULHU EM QUADRINHOS

 

Editora: Draco | Organizador: Raphael Fernandes | Encontre: aqui

 

A cultuada obra de H. P. Lovecraft é a principal inspiração dessa coletânea com oito HQs que transportarão a imaginação para o lado mais obscuro da mente humana, um horror cósmico em preto, branco e verde. São 168 páginas desesperadoras onde criaturas tão antigas quanto o universo são capazes de corromper a alma humana apenas com sua presença. Onde a doença, a loucura e a perversão são pano de fundo para histórias que vão testar os limites de sua sanidade. O despertar de Cthulhu em quadrinhos é o horror que não pode ser pronunciado, perca-se em imagens e histórias que não deveriam ter sido concebidas. Agora não há mais volta para os envolvidos pelos tentáculos do desespero, é hora de acordar para uma realidade decadente e tingida em apenas duas cores.

 

 

WYTCHES

 

 

Editora: Darkside | Autor:  Scott Snyder | Ilustrador: Jock |  Encontre: aqui

Esqueça tudo o que você já ouviu falar sobre bruxas; quase todas as informações devem estar erradas, de qualquer forma. Aquilo que você aprendeu na escola — que, por séculos, centenas de pessoas foram queimadas, torturadas, perseguidas e assassinadas por bruxaria — é um fato. O que ninguém contou para você é que essas pessoas morreram para proteger uma terrível realidade escondida dos meros mortais: bruxas, bruxas de verdade, existem e estão por aí. Elas são criaturas muito mais perversas e diabólicas do que você poderia pensar — e, portanto, muito mais assustadoras. Ver uma é coisa rara; sobreviver a elas é mais raro ainda.

 

 

 

FRAGMENTOS DO HORROR

 

 

Editora: Darkside | Autor e Ilustrador:  Junji Ito | Tradutor: Akemi Ono | Encontre: aqui

Mestre do terror em quadrinhos, Junji Ito combina o surrealismo e o escatológico em suas histórias. O resultado é sempre bizarro, mas ainda assim — ou quem sabe até por isso mesmo — belo. Se você tem coragem (e estômago), não pode perder Fragmentos do Horror, primeiro livro de mangá publicado pela DarkSide Books. Fragmentos do Horror é uma coleção de histórias curtas, perfeitas para quem quer experimentar o que essa mente tão delirante é capaz de produzir. Itosan oferece ao leitor nove encontros com o desconhecido. Cada quadrinho pode ser fatal, cuidado! Entre as histórias da coletânea, temos uma mansão velha de madeira que gira sobre seus habitantes. Uma turma de dissecação com um assunto nada comum. Um funeral em que os mortos definitivamente não são postos para descansar. Variando do aterrorizante ao cômico, do erótico para o repugnante, essas histórias apresentam o retorno de Junji Ito há muito aguardado para o mundo do horror. Fragmentos do Horror faz parte da nova coleção DarkSide Graphic Novel Tokyo Terror e, como todos os títulos da Caveirinha, vem numa caprichosa edição em capa dura. A tradução foi feita diretamente do japonês e a publicação segue a orientação original, da direita para a esquerda — como tem que ser.

 

Olha, eu confesso que ainda sou um pouco medrosa com relação a literatura de terror (a especialista nesse gênero por aqui é a Gislaine Melo ..rs), mas aos poucos estou me aventurando em algumas obras e não é que acabei curtindo?

Espero que gostem dessas indicações!

Boa leitura trevosa para vocês e continuem lendo com a gente!