[CONTO] Receita de Família (Michele Lebre)

 Se tinha uma coisa da qual Zé se orgulhava era de seus pastéis, com eles ganhava a vida e conseguia manter a família. A rotina como feirante era cansativa, mas Zé e sua esposa Mila nunca foram de fazer corpo mole e madrugavam em uma tradicional feira na metrópole paulista. Seus pastéis eram famosos e vinha gente de todos os cantos só para prová-los. Zé prezava pela qualidade, fritura sequinha e um recheio generoso.

Foi em uma manhã de outono que as coisas começaram a mudar para Zé. Já tinha ouvido rumores de que haveria uma nova banca de pastel na feira, mas não deu muita importância, afinal sua fama já estava consolidada e duvidava que seus clientes trocassem seus pastéis pelos de um desconhecido.

Passadas algumas semanas, Zé notou seu número de clientes diminuir. Foi então que sua esposa chegou com a notícia de que a nova banca de pastel estava lotada. Zé se recusava a acreditar, então decidiu ir ver com seus próprios olhos. Esgueirou-se até a banca de pastel concorrente e ficou chocado com o que viu. Ela não só estava lotada como reconheceu vários de seus clientes entre os que aguardavam na fila. Continue lendo

 

Olá Bibliófilos!

 

Há quem diga que o primeiro parágrafo de um livro é até mais importante que o seu final. É ele quem vai atrair a atenção do leitor e aguçar sua curiosidade para que continue a leitura. Eu diria que um bom primeiro parágrafo faz o leitor devorar a primeira página, e depois a segunda e por aí vai. Pronto: o leitor foi fisgado! Alguns autores são muito bons em construir primeiros parágrafos impactantes e pensando nisso listei 5 primeiros parágrafos de livros que eu li e que me prenderam de imediato! Ficou curioso? Então confira o infográfico!

Continue lendo

[RESENHA] Fahrenheit 451 (Ray Bradbury)

 

– Você nunca lê nenhum dos livros que queima?
– Não, isso é contra a lei!
– Aha, é claro. Mas é verdade que antigamente os bombeiros apagavam incêndios em lugar de começá-los?

 

Tente imaginar um mundo em que os livros sejam considerados uma ameaça ao sistema e portanto absolutamente proibidos. Para exterminá-los, basta chamar os bombeiros – profissionais que antes se dedicavam à extinção de incêndios, mas que agora são os responsáveis pela manutenção da ordem, queimando livros e impedindo que o conhecimento se dissemine entre a sociedade como uma praga. Esse é o universo distópico criado pelo escritor norte-americano Ray Bradbury (1920-2012) em uma das mais belas e conhecidas obras de ficção científica.

Continue lendo

[TOP 5] Livros para morrer de rir

Olá Bibliófilos !

Todos nós temos as nossas preferências literárias, um gênero de leitura que mais nos agrada, mas acredito que é sempre bom ler um pouquinho de tudo, até mesmo como experiência, para que possamos nos conhecer melhor enquanto leitores e saber o que gostamos ou não de ler.

Além dessa questão do gosto literário, acredito que também existe um outro fator que nos influencia quando escolhemos um livro para ler: o momento. As vezes queremos ler algo mais leve, só para relaxar e nos divertirmos, sem esperar por grandes reflexões.

Pensando nisso resolvi trazer para vocês algumas dicas de leituras leves e engraçadas para esses momentos em que só queremos rir um pouco… ou muito ! Anote as dicas, esses livros vão te fazer morrer de rir !

Continue lendo

Leia com a gente © 2017 - Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por Juliana Fonseca Webdesign & Ilustrações por: Gustavo Vicentini