Até as mais lindas rosas têm espinhos. Lembre-se disso para não ter o coração ferido” (pag.5)

 

Até que ponto as experiências vividas na adolescência são capazes de influenciar nosso caráter na vida adulta? Será que um trauma ou uma grande desilusão podem deixar cicatrizes permanentes em nossa alma, a ponto de transformar sentimentos puros em ódio? Essa é a premissa de Ácido & Doce do autor Raphael Miguel. Uma trama envolvente e atual, que mistura mistério e romance com pitadas eróticas. Tudo na medida certa.

Eu conheci a escrita do Raphael Miguel há pouco tempo e já virei fã! Minha primeira leitura dele foi o ótimo “O Livro do Destino”, e Ácido & Doce não me decepcionou. A trama é narrada em primeira pessoa e intercala a perspectiva dos dois protagonistas.

Alejandro é um rapaz bonito, ambicioso e obstinado em progredir na vida. Após uma grande desilusão sofrida na adolescência ele mergulha nos estudos e tem como foco principal sua carreira, deixando sua vida pessoal em segundo plano. Alejandro faz de tudo para se dar bem, o que inclui passar por cima de questões éticas e morais em benefício próprio.

Eveline é uma mulher com uma passado misterioso. Dona de uma beleza estonteante e um charme que envolve todos à sua volta, ela é independente, decidida e muito ousada, em todos os sentidos. Morou muitos anos fora do Brasil e retorna ao país com um único objetivo: se vingar do homem que a causou muito mal no passado.

A trama começa com Alejandro adolescente e narra o dia em que ele tomou coragem para se declarar a Lívia, sua melhor amiga e paixão secreta. As coisas não saem como planejado e deixam uma profunda mágoa no coração do garoto.

 

“Permanecendo distante, poderia admirá-la e ainda guardaria o seu segredo. Talvez para sempre. Um amor secreto, incólume no fundo do coração.” p. 18

 

Os anos passam e Alejandro agora é um homem feito. Com 25 anos já se formou na faculdade de Administração e ocupa um importante cargo em uma grande companhia de seguros. O rapaz é ganancioso e nunca está satisfeito com o que já conseguiu, quer sempre mais. Não lembra nem um pouco o garoto inocente do passado e seu caráter atual preocupa os pais, que não reconhecem mais o filho.

 

Créditos da foto: Leia com a gente

 

A rotina de Alejandro muda quando um amigo de adolescência retorna à cidade depois de muitos anos fora. Roberto, ou como é mais conhecido, Rob Fyre é o vocalista de uma banda de rock muito famosa e leva a típica vida dos rockstars: muita bebida, drogas, mulheres e nenhuma responsabilidade. Rob é o oposto de Alejandro, mas a antiga amizade que um dia os uniu  parece reacender. Alejandro mergulha no estilo de vida do amigo e isso acaba causando muita confusão e problemas em sua vida.

Paralelo a isso acompanhamos Eveline, que está de volta à cidade depois de muitos anos morando na França. Eveline é misteriosa e pouco sabemos sobre seu passado, mas fica claro que carrega dentro de si muito rancor e seu retorno ao Brasil tem um único motivo: vingança.

 

“Não posso continuar perdendo tempo com esse paspalho. Como disse, tenho muito a fazer. Destilar meu veneno original.” p.49

 

Eveline é uma mulher sedutora e ousada, não tem nenhum pudor em usar seus atributos físicos para conseguir o que quer. Ela joga baixo e usa todos a sua volta, mas seus planos de vingança contra Celso G. – alvo de seu ódio- sofrem alguns reveses inesperados.

A trama é envolvente e a narrativa é ágil. Temos muitas cenas carregadas de erotismo mas não podemos definir Ácido & Doce como um romance hot, a história é bem mais que isso. As cenas sensuais são parte da trama e não o foco dela. A narrativa em primeira pessoa nos permite mergulhar na mente dos protagonistas e entender seus sentimentos e motivações.

A história gira em torno de Alejandro e Eveline, ambos têm o coração machucado por acontecimentos do passado e a maneira como lidam com esses traumas e o reflexo disso no caráter e no comportamento de ambos é o foco da trama. Com o passar das páginas alguns fatos são revelados e começamos a montar o quebra-cabeças que envolve nossos protagonistas.

 

“Não seria nada interessante ou conveniente me apresentar como realmente sou, ou que descobrisse isso. Aliás, ficaria assustado com o quanto assustadora posso ser.” p.50

 

A história se passa na fictícia cidade de Curumim, a mesma de sua obra anterior – O Livro do Destino. Mas o que achei mais interessante e que me surpreendeu foi perceber que Raphael Miguel insere breves participações de personagens de seu livro anterior na trama.

Quem leu O Livro do Destino vai reconhecer o advogado Leonardo Baldini, o investigador Neto e mais ao final uma surpresa e tanto, em uma lembrança de Alejandro é relatado um estranho encontro com um senhor que ao que tudo indica pode ser Regis Dias. Achei esse recurso utilizado pelo autor muito interessante e gostei de rever esses personagens.

 

Créditos da foto: Leia com a gente

 

A trama chega ao seu ápice na parte final e quando faltavam poucas páginas percebi que a trama continuaria em outro volume. Embora o ciclo da história se feche e as coisas fiquem esclarecidas para o leitor,  a história de Alejandro e Eveline deixa um gancho e ainda tem muita coisa para render!  Portanto, Raphael Miguel, queremos a continuação de Ácido & Doce!

Por fim indico a leitura, se você gosta de uma trama urbana com um sabor ácido e doce esse livro vai te agradar, eu garanto!

Até a próxima bibliófilos e continuem lendo com a gente!

 

Título: Ácido & Doce: a rosa fatal #1
Autor: Raphael Miguel
Editora: Xeque-Matte
Ano: 2017
Gênero: Romance +18
Páginas: 256